Recomendações

Permissão Internacional Para Dirigir!

Postado em 2019-08-28 15:00 em Recomendações

Se você está planejando uma viagem  para o exterior e no meio do roteiro pensou em alugar um carro para ter mais conforto e comodidade chegou a hora de saber sobre Permissão Internacional para Dirigir (PID). 

A preparação do documento pode ser parte importante do planejamento de uma viagem e é sempre importante pesquisar quais as exigências do país de destino para não passar apertos durante a viagem. 

Como funciona a Permissão Internacional para Dirigir

Na verdade a Permissão Internacional para Dirigir é exigida apenas para viagens de  mais de 180 dias, sendo assim, na teoria, se você pretende viajar por um período menor de tempo, não precisa se preocupar com o documento. 

Na teoria porque na prática conseguir esse documento pode ser de grande valia e ajuda mesmo em viagens menores.

Isso porque o documento é “ traduzido” então ele elimina qualquer problema de comunicação. Já pensou a dificuldade que pode ser se você for parado por um policial e ele não estar familiarizado com o seu documento? É por isso que, mesmo que para viagens mais curtas, onde você pretende alugar um carro por poucos dias, é aconselhado preparar o documento. Ele pode te tirar de grandes apertos! 

Onde usar a Permissão Internacional para Dirigir 

A PID é permitida e utilizada em mais  100 países que assinaram a Convenção de Viena sobre Trânsito Viário e também é um documento aceito em países com o Princípio da Reciprocidade com o Brasil. O documento traduz a Carteira Nacional de Habilitação, a CNH, em sete idiomas.  É importante lembrar que a Permissão Internacional para Dirigir só é válida mediante a apresentação do documento original, ou seja, mediante a apresentação do documento de direção brasileiro, a CNH. Algumas locadoras de carro exigem a PID para a alocação mesmo em viagens curtas. 

A Convenção de Viena foi assinada em 1968 e exige que os brasileiros tirem a Permissão apenas para viagens de mais de 180 dias. Entre os países que estão no acordo se encontram: Estados Unidos, Argentina, Chile e Reino Unido. A lista completa dos países que assinaram o acordo e ainda dos países que tem principio de reciprocidade com o Brasil, você encontra aqui.

Como conseguir a Permissão Internacional para Dirigir e quanto custa

O documento deve ser obtido no Detran do seu estado. Ou seja, o Departamento de Trânsito do seu estado. O documento deve ser obtido no mesmo lugar em que a Carteira Nacional de Habilitação foi emitida e para isso é necessário preencher os dados no site do Detran.  

Além disso, uma taxa de emissão e de frete também devem ser pagas. O valor para obtenção do documento varia de estado para estado podendo chegar até 612 reais, como é o caso do estado da Bahia, que tem o preço mais alto. Em São Paulo por exemplo, a taxa é de 275 reais. É importante estar atento quanto as taxas de cada estado e as formas de emissão que podem variar, tendo estados em que os processos são realizados apenas através do site e outros lugares em que a emissão é realizada com apresentação presencial ao órgão responsável. 

Reforçamos que o lugar de emissão do documento internacional deve ser o mesmo local de emissão da sua CNH, mesmo que essa não seja mais a cidade em que você more atualmente.

Validade da Permissão Internacional para Dirigir 

A validade da Permissão Internacional para Dirigir é de três anos. Porem, é preciso estar atento quanto a validade da sua Carteira Nacional de Habilitação, pois a PID é valida apenas enquanto sua CNH é válida. A validade dela está ligada a validade da CNH, o tempo de validade será pontuado por qual vencer primeiro.

Outro detalhe é que, diferente do Brasil, onde é possível usar a CNH como documento, a PID não é valida sozinha. Em caso de necessidade de apresentar documento de identificação você precisará ter a identidade ou o passaporte em mãos.

Apesar de não haver obrigatoriedade da Permissão Internacional para Dirigir nos países do Acordo de Viena e também nos países que tem Reciprocidade com o Brasil para viagens de menos de 180 dias, o recomendado pelo Denatran, Departamento Nacional de Trânsito, é sempre providenciar a permissão. 

Isso porque, como dito no começo do texto, a PID facilita o acesso das informações e ultrapassa a barreira de linguagem que pode causar problemas. Como o processo costuma ser facilitado e a entrega do documento costuma ser feita em casa em até 7 dias úteis, a parte mais complicada acaba sendo o valor da taxa que deve ser paga que pode variar muito e pode ser cara em alguns estados do Brasil.

Ainda assim, aconselhamos, sempre que possível, tentar fazer a emissão da Permissão Nacional para Dirigir para não ter nenhum problema ou imprevisto enquanto dirige em outro país! 

Você já tem a sua? Conta pra gente como foi o processo para tirar! 

 

Gabrielle Barbosa



Passagens
Hotéis
Pacotes
Ônibus
Carros
Seguro Viagem
 
Todos os preços em um só lugar!
Origem
Destino
Origem
Destino
Saída
Origem
Destino
Saída
Saída
Volta
Passageiros 1 Passageiro
Classe Econômica
Ainda não defini as datas